Rafael Telles (Érico Andrade/G1)Um dos destaques da edição de 2018 da Agrishow, maior feira de agronegócio da América Latina e do hemisfério sul, o estande do Senepol da Barra não deu visibilidade à raça apenas para quem passou pela feira. Além de colocar os animais na mídia, aumentando a exposição à população, o fato marcou a história do evento.

“A Agrishow é o berço do agronegócio no Brasil e um dos maiores eventos da categoria. É nesse cenário que a gente se enquadra com a raça senepol e com a marca Senepol da Barra”, disse o agrônomo Rafael Telles, que trabalha com a raça há quatro anos e é gestor da fazenda Barra do Bom Jesus, localizada em Rifaina-SP.

O principal objetivo do Senepol da Barra foi mostrar como o senepol pode aumentar a rentabilidade de um gado quando é feito o cruzamento industrial, que é a mistura de duas raças para gerar um filhote que cresce e se desenvolve mais rapidamente.

“Nossa intenção sempre foi mostrar ao Brasil e ao mundo o que é a raça Senepol, o que ela pode agregar dentro da pecuária nacional, o que ela produz e agrega na ponta final da comercialização. Gera maior ganho e maior rentabilidade ao produtor”, explicou Telles.

A Agrishow 2018 foi realizada de 30 de abril a 4 de maio e movimentou R$ 2,7 bilhões, número recorde que representou um aumento de 22,7% em relação ao ano passado. Ao todo, aproximadamente 150 mil pessoas de 70 países passaram pelo evento, em Ribeirão Preto-SP.