fbpx

Touro Senepol aumenta rentabilidade: confira CASES REAIS DE CLIENTES

Qual é o desejo de todo pecuarista? Aumentar a rentabilidade, não é verdade?

Para alcançar essa meta, muita coisa está envolvida… A diminuição dos custos, do ciclo de abate e o aumento da produtividade por animal são alguns dos pontos mais importantes nesta conta.

Para você pecuarista, que busca agregar este valor adicional na sua propriedade, o Touro Senepol é uma das alternativas, de acordo com pecuaristas que já usam a raça no cruzamento industrial. Eles afirmam que introduzir a genética da raça no rebanho garante, de forma rápida, o aumento da rentabilidade da produção de carne, garantindo melhores margens para o produtor.

Vamos conferir alguns cases reais de clientes para ver o que eles falam na prática?

Primeiro case com touro Senepol no cruzamento industrial

Paulo Leite, agricultor e pecuarista, iniciou a experiência com o Senepol em 2018. Ele usou o Touro Senepol para o melhoramento genético do seu rebanho de corte e diz que os resultados foram excelentes.

“Foi uma experiência muito boa, que eu pretendo repetir no ano que vem. Dá uma margem de lucro muito boa. Essa minha experiência mostra que a utilização do Touro Senepol na vaca Nelore é o futuro para a pecuária brasileira”.

O pecuarista conta que começou a confinar os animais logo após a desmama. Segundo ele, eles ficaram até os 14 meses, em média, no confinamento, com alimentação reforçada sendo que os animais apresentaram em média mais de [email protected]

O fruto do cruzamento que o Paulo Leite realizou é um animal meio-sangue Senepol, que melhora a vida do pecuarista desde novo. Os bezerros nascem pequenos, com em média 35 kg, sem causar problemas de parto para a mãe. São animais com precocidade impressionante, ganhando peso rápido e alcançando desmama com em média uma @ mais pesado em comparação com outras raças.

Segundo case com touro Senepol no cruzamento industrial

Outro pecuarista que está comemorando os resultados é o Márcio.

Segundo ele, que tem sua produção em Goiás, ele vinha há anos procurando alternativas para agregar valor no seu rebanho, tendo feito testes com diferentes opções de raças para cruzamento industrial com a raça Nelore, que afirma ser a “raça mãe” da pecuária de corte nacional. Foi neste caminho que ele se deparou com o Senepol, e os resultados de aumento de rentabilidade com inserção do Touro Senepol foram de fato impressionantes, como vimos no vídeo-depoimento.

Terceiro case com touro Senepol no cruzamento industrial

Os números também são muito produtivos na Agropecuária Brunozzi, de Minas Gerais. Na época do vídeo, os animais estavam com 14 meses de idade. Confira os números:

“Os machos deram mais de [email protected] de média, e as fêmeas superando as [email protected] de média… Isso é a prova que usando o Touro Senepol nós vamos conseguir uma maior produtividade, uma maior rentabilidade, encurtando o ciclo, já que sabemos que os custos estão altos. Encurtando o ciclo em seis, oito, até dez meses, trazemos a certeza de uma rentabilidade maior.”

Quarto case com touro Senepol no cruzamento industrial

Outro case real de aumento de rentabilidade com Touro Senepol chama atenção pela eficiência na redução do ciclo do abate. É toda a teoria que nós sempre falamos por aqui, aplicada na prática no cruzamento industrial SENEPOL x NELORE.

>> Fêmeas foram para o abate com incríveis 17 meses de idade, com os seguintes números:

✔ pesagem média de 16,[email protected];

✔ rendimento médio de carcaça de 53,6%;

✔ e, é claro, uma bela bonificação paga pelo frigorífico, de 16%.

Quinto case com touro Senepol no cruzamento industrial

José Vitalino Rodrigues, pecuarista de São Paulo, destaca que o Senepol é um gado muito dócil, facilitando o manejo. Além disso, ele destaca que os bezerros meio-sangue Senepol engordam de forma muito rápida.

“Se você cruzar ele (se referindo ao Touro Senepol) com qualquer raça, ele sai com pelo liso, que não dá muito parasita. É um gado muito sadio.”

O pecuarista está no ramo há mais de 30 anos e disse que já trabalhou com diversas raças. Ele é mais um que vê o Senepol como presente e futuro da pecuária.

“A bezerrada nasce pequenininha e engorda rápido, em pasto de qualquer qualidade”, afirmou José Vitalino.]

Sexto case com touro Senepol no cruzamento industrial

João Aleixo e Márcio Aleixo, proprietários Nova Sorocabana, de Rondônia, também destacam o benefício de usar o Touro Senepol.

Segundo eles, pelo grande tamanho do seu rebanho, estavam há bastante tempo procurando alternativas de raças para cruzamento industrial com monta à pasto, como opção para escapar dos custos altos da fertilização in vitro, especificamente por conta do tamanho do rebanho. E foi aí que encontraram a raça Senepol.

Raça completamente adaptada ao clima tropical, até pela sua história e origem, e totalmente habilitada para monta a pasto, a inserção de Touros Senepol no rebanho foi a solução perfeita para o problema de aumentar o valor do rebanho.

“O Touro Senepol mantém os mesmos níveis de fertilização que o Nelore, porém com um rebanho meio-sangue, que nos dará mais valorização, com melhor qualidade de carne e mais retorno financeiro”, afirma João Aleixo.

Os irmãos Aleixo ficaram tão contentes com os resultados que investiram até mesmo em uma Doadora PO do plantel Senepol da Barra, para produzirem mais Touros Senepol para sua produção.

Estudos explicam porque o touro Senepol aumenta a rentabilidade da pecuária

As declarações desses proprietários vão ao encontro do que os estudos apontam.

De acordo com pesquisa conduzida pela Scot Consultoria, os machos meio-sangue abatem em média 4 meses antes que as demais raças, enquanto as fêmeas abatem em média 5 meses antes que as demais raças. Se considerarmos um ciclo médio de abate com 20 meses, estamos falando de uma redução de em média 20 a 25%. Isso sim é precocidade!

Touro Senepol e a rentabilidade da pecuária: mais argumentos

Trata-se de uma raça marcada pela rusticidade, com capacidade alta de desenvolvimento em qualquer tipo de pastagem, precocidade, e agilidade no ganho de peso. Além disso, estudos realizados nos EUA e Austrália apontam que o cruzamento com a raça Senepol diminui consideravelmente os índices de infestação de moscas e carrapatos do rebanho, por conta da pelagem zero, típica da raça.

O Touro Senepol tem ainda uma capacidade incrível para a reprodução e isso começa cedo. Os garrotes cobrem a partir dos 14 meses de idade e um Touro Senepol adulto cobre entre 30 a 40 vacas a campo, com índice de prenhez superior a 90%.

É por isso que a raça Senepol é apontada como a raça do presente e futuro da pecuária. O Touro Senepol é a única opção de raça taurina capaz de realizar monta no pasto em países de clima quente, como o Brasil. Como o rebanho comercial do Brasil é formado majoritariamente por raças zebuínas, como a Nelore, e, como a raça Senepol é 100% taurina, o cruzamento entre elas gera 100% de heterose a pasto (é o chamado choque sanguíneo, que comprovadamente gera melhores resultados na progênie).

Hoje, no Brasil, mais de dois terços dos produtores que trabalham com meio-sangue Senepol recebem bonificação dos frigoríficos. Em média, a maior valorização em comparação com outras raças é na venda de novilhas (23%), seguida por boi magro (18%) e bezerro (17%).

Saiba mais sobre o touro Senepol do Senepol da barra

Fale conosco preenchendo o formulário abaixo neste artigo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Como podemos te ajudar?